Agatha Christie: A Casa Torta. (Sem Spoiler)

Agatha Christie  é uma autora que sua obras sempre estiveram na moda: Difícil passar algum ano que não haja pelo menos um filme,seriado e e até anime baseado em um de seus mais de 80 livros. Existem poucas histórias que ainda permaneçam “inéditas” no mundo das adaptações pra outra Mídia. Uma delas era justamente a que a autora sempre citava como sua favorita: A Casa Torta( Crooked House). Pois eis que ela finalmente ganhou um filme pra chamar de seu.

Não contém spoilers.

Como um grande fã de Agatha Christie, procuro assistir a grande maioria dos materiais ligados à obra dela. Em matéria de adaptação, há qualidades que vão desde a perfeição até coisas do tipo “Pra que???”. Isso é normal. Mas no geral, salvo raríssimas exceções, os eventos das histórias se mantém. Podem mudar um motivo aqui, uma coisinha ali mas normalmente não mudam coisas importantes como o assassino.

Um dos meus receios quando ouvi que A Casa Torta seria finalmente adaptado era que eles mudassem o final que é um dos mais… controversos de todos os livros. Quando o trailer saiu, minhas esperanças foram renovadas pois havia um frame nele que dava a entender que sim! O final estava lá. E de fato, pra minha alegria, estava.

A história em si não tem nada de muito novo: O Patriarca de uma rica família é assassinado e uma das netas do velho pede que um amigo que também é um Detetive Iniciante dê uma xeretada na casa pois ela suspeita que o Assassino seja um dos moradores e consequentemente, seu parente. A partir daí segue-se a investigação de praxe com os suspeitos que vão dos filhos do defunto a uma Tia Velha, passando por empregados e a Viúva que era bem mais jovem que o presunto(Até porque ser mais velha que ele só se fosse a Tia May) e que, por uma falha no testamento acaba herdando toda a fortuna.

Nada muito diferente de diversos outros romances da autora. Porém o charme dos livros da Agatha reside exatamente em como ela vai pegar uma história “clichê” e subvertê-la. E a obra dela está cheia de exemplos que não irei citar aqui pra não correr o risco de estragar futuros finais(Voltarei nisso em breve).

Eu particularmente achei o filme muito bom. Uma das melhores e mais fiéis adaptações da obra da autora. Como citei mais cedo, há uma ou outra diferença mas nada que mude os rumos da história. Assim como o Assassinato no Expresso do Oriente, filme que está “batendo às portas” dos cinemas nacionais, aqui também temos muitos nomes conhecidos no elenco: Glenn Close, Christina Hendricks, Terrence Stamp, Gillian Anderson…

Só achei que o filme é meio apressado principalmente no que se refere a apresentação dos personagens. O Charles( Detetive e personagem principal da história) vai pulando de um pro outro muito rápido. Por eu conhecer o livro não atrapalhou muito mas senti que pra quem nunca leu a obra original muitos dos personagens vão ficar meio jogados.

Ah e temos também o título do livro que se refere à Casa onde se passa a história. No livro é dito que a casa é… er… torta por algum defeito de engenharia/construção e há até um paralelo que o pessoal que mora lá também é “torto” devido a suas condutas, personalidades etc… No filme em nenhum momento é mencionado esse fato e nem quando a fachada da casa é mostrada, essa característica dela fica aparente(Eu pelo menos não notei. Vai que eu também seja torto). Então o título do filme perdeu um pouco de sentido.

Mas isso não tira o brilho dessa  que, como já mencionei, entrou na minha lista de preferidas dentre as adaptações da Obra da Dama do Crime. Recomendado com louvor.