Death Note (Sem Spoiler)

A Netflix estreou hoje o filme baseado no famoso anime Death Note. Acabei de assistir e resolvi fazer uns comentários breves.

Primeiramente sou fã tanto do Mangá, quanto do Anime de Death Note. Não entrarei muito no detalhe de ambos pois lá em 2009, fiz esse post comentando sobre a obra então me focarei apenas no filme da Netflix.

Eu gosto de acreditar que consigo separar adaptações de sua fonte de origem. Procuro sempre ver e analisar filmes pelo que eles me apresentam, sem ficar comparando com Anime,quadrinhos etc. Foi isso que fiz com Death Note. E como um filme “avulso” ele tem suas qualidades: A história não fede nem cheira. É um típico filme de Assassino aleatório sendo perseguido por um policial ainda mais aleatório. Gostei de optarem por mostrar mortes mais “gore” que apenas ataques cardíacos. Aliás, aquela primeira morte não deixou nada a dever pra filmes de Terror do tipo “Premonição”. Também gostei do Ryuuku (Ou Ryuk). O Willem Dafoe mandou bem na dublagem mas é impossível não ouvir o Duende Verde do Primeiro e único filme do Aranha do Sam Raimi. E os pontos positivos acabam aí.

O que mais chama a atenção negativamente é a total falta de carisma de TODOS os personagens do filme. É impressionante a apatia de todo Mundo. Ninguém se salva. Destaque pro tal do Nat Wolff. O cara que disse pra ele que  servia pra ser ator devia ter o nome escrito em um Death Note porque é difícil de aturar. O resto do elenco também é tão ruim que nem merece citação.

A história também é muito corrida. Ok… Ok… Tem de enfiar um monte de capítulos do Mangá/Anime em uma hora e quarenta e nesse quesito, o filme Live Action Japonês também peca mas a Netflix precisa se decidir: Os filmes dela são corridos e as séries são arrastadas. Um meio termo se faz necessário.

Seria mais útil se tivesse apenas aproveitado o Death Note pra contar outra história, outros personagens quem sabe assim se sairiam melhor porque essa mesma história já foi contada em Anime, Mangá, Filmes,Doramas e sabe-se lá mais o que. Já deu. Repetir mais uma vez é um  grande desperdício de tempo.

Para terem uma ideia do clima do filme, ele termina ao Som de “Power of love” que em Português ficou mais conhecida por “Como uma Deusa” da Rosana. Precisa dizer mais?

Pra quem quiser tentar a sorte, Death Note está disponível na Netflix.