Fragmentado (Sem Spoiler)

Estreia no próximo Dia 23 ,Fragmentado o novo filme de M. Night Shyamalan, Diretor que não tem conseguido acertar em seus filmes.

A história traz James McAvoy no papel de Kevin, um cara que abusa do direito de sofrer de Transtorno Dissociativo de Identidade , popularmente conhecida como múltiplas personalidades: São 23 pessoas diferentes dividindo o mesmo corpo. Ele sequestra três jovens e as mantém em cativeiro para, segundo ele(s), alimentar “A fera”. O filme então segue acompanhando as garotas presas e interagindo com algumas das personalidades (Se não perdi as contas ao longo do filme vemos em torno de 6 delas).

TEXTO SEM SPOILER PRA TODAS AS SUAS PERSONALIDADES QUE AINDA NÃO VIRAM O FILME.

james-mcavoy-in-split

Vou dizer que a ideia é interessante  mas ao meu ver, não é lá muito bem executada. A começar que o filme não consegue te fazer realmente se preocupar com as garotas…quer dizer, com A garota, já que apenas a Casey, personagem da Anya Taylor-Joy tem algum destaque. As outras logo são separadas e não servem pra muita coisa ao longo do filme. Perde-se o clima de suspense ou a urgência porque, apesar de quererem passar que logo a tal fera iria aparecer, efetivamente não temos aquela sensação de torcer pra mocinha escapar. Ficamos mais interessados em ver a interação e como são demonstradas as personalidades.

Até tentam dar um background para a Casey com flashbacks rápidos da infância que servem, sobretudo pra explicar um detalhe que só será mostrado no final.

rs-split-f0a299c5-db50-4c61-afdd-b7423a8ca912

Pelo menos o filme não perde tempo com enrolação e logo nas primeiras cenas temos o tal sequestro(a cena que está no Trailer.) e a partir daí, a história se desenvolve quase que totalmente na casa/esconderijo/covil/ do vilão.

Temos também visitas constantes do Kevin à sua psicóloga que é mais pra termos uma rasa ideia da origem da doença dele. E também pra explicar pro público o que é e como funciona tal transtorno.

Preciso aqui elogiar o McAvoy pois não é fácil interpretar as diferentes personalidades mas ele dá conta chegando a mudar até a postura entre elas. É o clássico “Mandou bem”.

Acho que o fato de eu não ter conseguido me preocupar com o destino das garotas sequestradas é que elas são muito genéricas. Até a Casey que é a que mais aparece no filme não tem nada de especial. Até tentam dar uma explicada na cara de paisagem dela mas pra mim não convenceu.

s2

No final, Fragmentado Está longe de ser ruim mas também não é nada memorável. Não chega a cansar mas é irônico que um filme que trate de tantas personalidades, acabe não tendo uma muito definida.

https://www.youtube.com/watch?v=0gvYypHN_uo

Ah sim! E temos a cena pós créditos que, apesar de ser meio forçada (Pelo diálogo nela, não a cena em si) torna as coisas pro futuro um pouco mais interessantes.