Fugitivos Episódio 5: Kingdom

Hora dos comentários semanais de Fugitivos aqui no Clarim. E antes de começar, o aviso de sempre: Vai ter Spoiler do episódio.

O Quinto episódio de Fugitivos começa com um Flashback 18 anos no Passado mostrando o Geoffrey Wilder na prisão sendo visitado pelos personagem do Julian McMahon(O Dr. Destino dos filmes do Quarteto Fantástico) que serve pra abrir mais perguntas ainda sobre a trama.

Uma coisa bacana do episódio foi que vimos finalmente todos os jovens usarem seus poderes(Pelo menos os que têm um) na cena do resgate do Alex.

O episódio também dedica um tempo pra mostrar o relacionamento de alguns dos personagens principais com seus pais. Exemplos do Chase, da Nico e, principalmente, do Alex que é o centro desse episódio.

E finalmente é confirmado que o objetivo por trás dos sacrifícios do Orgulho era recuperar o homem misterioso que aparece “só o pó” desde o primeiro episódio. Além disso também é revelado que ele, na verdade é o personagem do McHamon. Não que fosse uma surpresa já que quando ele apareceu no começo do episódio, era só ligar os pontos. Resta a dúvida agora sobre quem na verdade é ele.

Uma curiosidade é que, como mencionei ali em cima, o Julian McHamon foi o Victor Von Doom nos dois filmes do Quarteto Fantástico. Ironia que as primeiras palavras dele quando se recupera sejam essas da imagem abaixo. Não sei se foi proposital mas eu ri quando ouvi.

 

No geral, tivemos outro bom episódio e, como comentei anteriormente; uma vantagem da história não ser a mesma que nos quadrinhos, abre margem para qualquer um teorizar e não apenas aguardar as coisas que você já sabe que irão acontecer.

O único ponto que incomodou foi a passagem de tempo: Achei que os personagens que aparecem no Flashback praticamente não envelheceram em 20 anos. Mas enfim… Não dá pra ganhar todas.

Que a série mantenha esse bom nível.