Inumanos : Caminhos Do Coração. O Episódio Piloto

Ontem estreou Inumanos, a nova série da Parceria Marvel/ABC que esteve cercada de desconfiança desde a primeira imagem revelada.

Originalmente Inumanos seria um filme do Marvel Studios mas a programação do estúdio se alterou tanto que foram adiando…adiando… Inseriram Inumanos na Série da S.H.I.E.L.D… Adiaram mais um pouquinho até que tacaram o F* e jogaram o projeto pra uma série de TV.  Mas o “atrativo” seria que o episódio Piloto seria exibido nos Cinemas IMAX… Quase ninguém se importou e preferiram(Assim como eu) esperar pra assistir ao tal episódio na TV mesmo. E ele chegou.

Devo admitir que estava com péssimas expectativas. Esperava algo ruim no nível Punho de Ferro e talvez por isso tenha acabado gostando mais do que achava que iria. Mas não ter desgostado não quer dizer que a série seja perfeita. Muito pelo contrário. Vou fazer alguns breves comentários tendo por base apenas esse episódio Piloto de uma hora e vinte. Ao fim do seriado minha opinião pode mudar (Pra pior ou pra melhor)

Vamos começar pelos pontos fracos do Piloto e como tal, não poderia ser outra coisa que não os efeitos especiais… Ou seriam Defeitos Especiais? Rapaz, como são ruins!!. O movimento do Cabelo da Medusa beira o vergonhoso. Em certo momento aparece uma Inumana “Borboleta” e nem isso eles conseguem acertar. A cena de voo dela deixa nítido que está sendo puxada por algum cabo(Pelo menos conseguiram apagar o cabo) Isso sem mencionar que a Cidade de Attilan parece uma Maquete vagabunda.  A única coisa minimamente bem feita é o Dentinho. Tirando uma cena entre ele e a Cristalys, em todas as outras rápidas aparições, o “Cãozinho” não ofende.

Alguns podem dizer que é pelo fato de ser uma série de Tv, orçamento baixo e coisa do tipo. Mas se lembrarmos do Motorista Fantasma de Agents of S.H.I.E.L.D que, por sinal é da mesma emissora, não há desculpas pra fazerem algo tão porco.


Outra coisa que me incomodou foi que achei tudo meio paradão(E não estou falando das irritantes Cenas em Câmera Lenta). A história vai devagar, quase parando. Se bem que, se for analisar as parcas cenas de luta, é bom que não tenham muitas mesmo. Elas são tão mal feitas e coreografadas que dá vergonha alheia.

E pra finalizar a sessão “Malhando os Inumanos” só quero citar o Gorgon e o Karnak. Pronto. Só essa citação já os fazem mais úteis que nesse primeiro episódio inteiro.


Agora vamos elogiar um pouco: Gostei do Raio Negro. Acho que o Anson Mount conseguiu interpretar bem e passar tudo que o personagem queria dizer mesmo que não fale uma palavra. Inclusive, as duas vezes que ele usa seu poder, achei bem representado.

Também curti o Maximus do Iwan Rheon. Ele já havia provado que podia dar vida a um personagem escroto em Game of Thrones. Aqui ele só confirma isso. Estou curioso pra ver como ele vai evoluir ao longo dos outros episódios.

Como comentei o início, o fato de eu ter as piores expectativas pro seriado acabou não me fazendo desgostar por completo. Atiçou a curiosidade para, pelo menos, os seis episódios restantes da temporada. Só espero que o ritmo melhore e que evitem usar Efeitos especiais. Essa definitivamente não é a praia dessa galera.

Inumanos vai ao ar toda Sexta-Feira na ABC dos EUA.