Maratona Rumo À Guerra Infinita: Homem De Ferro

Lá se vão quase 10 anos. Em Maio de 2008 o Homem De Ferro veio para dar início ao que se tornaria conhecido como Marvel Cinematic Universe, ou apenas MCU. Em 2018 será lançado Vingadores Guerra Infinita, o 19º filme desse Universo(Sem contar curtas, seriados etc…). Mesmo que efetivamente todo esse grande arco que se iniciou em 2008 com Homem de Ferro se encerrará apenas em 2019 com o, ainda sem título, Vingadores 4 resolvi começar uma maratona para, toda semana, rever um filme. E vou aproveitar para escrever um pouco sobre eles por aqui. Nada muito elaborado. Apenas impressões de um fã agora com conhecimento do que vem pela frente.

Começar já falando do óbvio: Impressionante como o Robert Downey Jr encarnou bem o Tony Pinga Stark. É daqueles comentários clichês de “Nasceu pro Papel”. O ator está perfeito e, desde a primeira cena ele é O Tony Stark. Aliás não só ele. Todos os outros atores mandam bem também. É o início da tradição do MCU em escolher não só bons atores como também, transpassar os personagens dos quadrinhos pro Cinema com as adaptações que precisam serem feitas. Chega a ser impressionante.

Eu tenho um certo problema com os Vilões do MCU. Normalmente os acho bem qualquer coisa. Eles, no geral, só estão lá pro herói ter em quem bater no fim do filme. Normalmente não são lá muito ameaçadores para serem chamados de VILÕES! Mas revendo Homem de Ferro achei que o Obadiah Stane/Monge de Ferro um bom vilão. Ele faz aquele papel que depois vai ser executado à exaustão: O lado “negro” do Herói. Algo como dois lados da mesma moeda e aqui, funciona muito bem. Sem mencionar o fato do Jeff Bridges ser um monstro. Ele atuando transpassa toda a “FDPtisse” do Obadiah.

Uma coisa interessante é notar como esse filme tem um roteiro redondinho. Como quase todo capítulo inicial de uma Saga maior, ele se resolve nele mesmo. Temos toda a jornada de transformação do Tony Stark de um egocêntrico que está pouco se lixando pro mal que as armas vendidas pela sua Empresa para, após ser vítima da própria Guerra que ele financia indiretamente, tentar mudar um pouco isso. Claro que continua Egocêntrico afinal é do Tony Stark que estamos falando. O Filme tem todo um desenvolvimento que é gradual ao longo de suas pouco mais de duas horas. Não tem aquilo que tanto odeio que é encheção de linguiça. Tudo que acontece acontece por um propósito e no fim, tudo se resolve.

Também gosto da verossimilhança que deram ao personagem. A Armadura do Homem de Ferro é Real(Bom. Pelo menos até onde pode ser real um trambolho daqueles) você vê o Tony mexendo em circuitos, placas de ferro, parafusos chips e imagina: “Ta aí! Isso pode existir mesmo.” Isso dá uma camada a mais pro filme.

Outro ponto a se destacar do pessoal do Marvel Studios é a atenção aos detalhes que eles têm. Nesse filme é mostrado rapidamente através de uma matéria de Jornal que os Pais do Tony morreram num acidente de Carro no Dia 16 de Dezembro de 1991. Algo que será retomado lá no Guerra Civil. Prova que alguém se deu ao trabalho de rever os filmes e “pescar” esses detalhes. Claro que por ser o primeiro filme não dava pra eles preverem o futuro. Então em Homem de Ferro temos a primeira aparição do Phil Coulson que se tornará tão importante não só pra essa Fase 1 dos filmes como pro MCU como um todo. Aqui temos a piada ao longo do filme da Agência que ele representa ter um nome muito cumprido e, no final, chegam à “S.H.I.E.L.D”. Se ela foi criada nos anos 70/80 então em 2008 já era pra terem o nome bem mais estabelecido… Mas tudo bem não chega a ser erro porque, como disse, eles não podem prever que iriam aprofundar a Organização tanto como fizeram.

Caso o filme não fizesse sucesso, dava pra ter encerrado nesse e não teria problema. Mas claro que eles sempre deixam algumas pontas aqui ou ali pra serem exploradas numa possível continuação. E foi assim que nasceram as, agora tradicionais e esperadas, Cenas Pós-Creditos. Lembro que fui assistir ao filme em 2008 sem procurar saber muita coisa do roteiro(Como geralmente faço) e só tinha ouvido falar que teria uma cena extra no fim do filme então fiquei no Cinema eis que surge o Samuel L. Jackson paramentado de Nick Fury e pronunciou as palavras “Iniciativa Vingadores”… VINGADORES!!! Ao contrário da grande Maioria dos leitores nunca liguei muito pra Quarteto Fantástico, X-Men… Minha equipe preferida da Marvel sempre foi os Vingadores. E a possibilidade de vê-los no Cinema fez o meu Nerd Interior se arrepiar…Mas isso é assunto pro futuro.

Essa foi a primeira imagem do filme que divulgaram.

Homem de Ferro é um filmaço. Honesto e digno de abrir caminho pra todos os outros que vieram depois dele. Semana que vem é a vez de um certo Gigante Verde. Até lá.

  • Gibson Viana

    Pena que não reutilizaram o tema de rock do Ramin Djawadi nas sequências