O Motorista Fantasma

Muitos (Muitos mesmo) já levaram a alcunha de “Ghost Rider”, sendo o mais recente e atual deles Robbie Reyes, O Motorista Fantasma. Já que a Panini fingiu que o personagem não existe e Com o seu debut no MCU na próxima temporada de Agentes da S.H.I.E.L.D,  resolvi escrever um pouco sobre ele.

Ghost Reyes 01

Primeiramente quero esclarecer uma dúvida que surge com frequência:  O termo “Rider”  em inglês refere-se a montar,pilotar algo. A tradução mais correta para Ghost Rider seria “Piloto Fantasma” mas quando as histórias do Johnny Blaze chegaram por aqui, pelo fato do personagem usar uma moto, optou-se por “Motoqueiro Fantasma”. Mas isso não impede o personagem de usar Cavalo, Caminhão, Moto, Carro… Então amiguinhos, lembrem-se disso pra não falarem coisas como “Ai… Onde já se viu Motoqueiro Fantasma de carro?”

Mas agora, indo ao que interessa: O Motorista Fantasma (Irei usar o nome Motorista pra diferenciar do Motoqueiro) surgiu em 2014
como parte de uma das 1029383 fases All New All Diferent da Marvel. Na série somos apresentados ao jovem Robbie Reyes que luta pra sustentar a si mesmo e ao seu irmão mais novo Gabe, portador de necessidades especiais nos subúrbios de Los Angeles . Uma noite, Robbie acaba se envolvendo nos negócios de contrabando de drogas do Dr. Carl Zabo, acaba sendo assassinado e tem seu carro incendiado para encobrir o crime (e o corpo, claro).

Ghost Reyes 2

Robbie acaba voltando à vida e agora está ligado ao seu Carro de alguma forma. Logo descobrimos que ele foi trazido de volta pelo espírito de Eli Morrow, um cara que também havia sido assassinado tempos atrás e ficado vagando por aí. Quando viu sua história se repetir com Robbie, ele resolveu trazer o garoto de volta e agora eles são um só para poder combater as injustiças, defender os fracos e oprimidos e blábláblá… Pelo menos é isso que ele conta.

All New Ghost Rider durou 12 edições( Antes que a Marvel entrasse em outra All New All Diferent All tudo igual) e foi escrita por Felipe Smith com artes de Tradd Moore, Damion Scott, e do próprio Felipe. A série pode ser dividida em três arcos:

Ghost reyes 4

Edições 1-5
O primeiro Arco da história é a origem do personagem e sua luta contra a já citada gangue do Dr. Zabo. Vale citar aqui que as tais drogas que o Zabo trafica são feitas com base no soro que o torna o Mr. Hyde (Caso ainda não tivessem ligado o nome à pessoa) o que garante muitas abominações monstruosas como efeito colateral.

Edições 6-10
Aqui vemos Robbie aprendendo a lidar com os poderes, tentando conter a psicopatia do Eli que aos poucos o vai dominando, e é onde vemos mais da relação dele com o irmão, os colegas (e bullies) da escola e até encontrando um certo Motoca flamejante. É o arco mais legal do título e infelizmente também é o pior desenhado(Já já falo mais disso)

As últimas duas edições são pra fechar as pontas soltas e para Robbie e Eli acertarem de vez as diferenças…ou não.

ghost reyes

All New Ghost Rider é uma leitura agradável. Faz parte dos títulos da Marvel que, como já citei outras vezes por aqui, estão fora do “mainstream” e por isso os roteiristas podem contar suas histórias sem as amarras cronológicas da mega Saga Semestral e das zeradas de numeração “All New, All igual” anuais. A história caminha sem problemas. Tirando um ou outro “roteirismo” acho até que essa zerada anual de numeração faz até bem para esses títulos “á parte” pois o roteirista sabe que terá um número determinado de edições pra contar sua história e pode se planejar melhor.

O ponto negativo (e bota negativo nisso) fica para os garranchos. Sim, Porque me recuso a chamar aquilo de desenho, de Damion Scott. É uma das piores coisas que já tive o desprazer de ver e olha que já vi as abominações do Humberto Ramos. Tem horas que literalmente você não sabe o que está acontecendo. Felizmente nas duas últimas edições, o Felipe Smith além dos roteiros, assume também os desenhos. O que o faz se perguntar porque ele não fez isso desde o começo já que é, de longe o melhor dos dois desenhistas(E o Scott) do título.

Ghost Reyes 5

Motorista da S.H.I.E.L.D

Depois de dois filmes não muito bem aceitos pela crítica e público (Eu adoro afinal, tem o mestre Nicolas Cage) os direitos do personagem Ghost Rider voltaram para a Marvel e depois das séries em parceria com a Netflix, sempre se ventilava a possibilidade de um seriado do personagem. Há alguns meses entretanto, uma imagem publicitária dava indícios de que o destino do personagem seria na série dos Agentes da S.H.I.E.L.D. A confirmação veio durante a Comic Con e a surpresa de que a encarnação do personagem  retratada seria exatamente a de Robbie Reyes. Faz sentido já que dá pra encaixá-lo no universo do seriado e nada impede que no futuro, usem o Johnny ou o Danny em outro seriado ou até mesmo novos filmes. E porque não sonhar com uma participação do Nicolas Cage no próprio Agentes da S.H.I.E.L.D?  Tenho certeza que ele toparia.

Abaixo o trailer de Agentes da S.H.I.E.L.D revelando o personagem.

Ano passado, o pessoal do Agência Transmídia  imaginou como seria um seriado do Motoqueiro Fantasma e também optaram por usar o Robbie. Parece que nosso motorista está com tudo, heim? Vocês podem ouvir os episódios aqui e aqui a parte B.

 

Pra finalizar, O Motorista Fantasma(Junto com o Motoqueiro, Cavaleiro Etc) teve uma minissérie durante as Guerras Secretas (A Megassaga do Semestre e que está chegando por aqui agora) resta saber se a Panini vai publicar ou continuar ignorando.

Um novo título para o Motorista Fantasma acabou de ser anunciado para ainda esse ano nos EUA. Pena que irá ter mais interação do personagem com outros personagens e o Universo regular da Marvel…o que já me deixa com pé atrás. Só resta esperar e torcer pra sair algo de bom.

Ghost reyes 3

  • JM

    A Panini desistiu dessa série, então é provável que pulem motoqueiros fantasmas e continuem ignorando a existência do personagem. Uma pena pois poderiam aproveitar o hype da série, mas como a Panini também pulou a HQ da série dos agentes da Shield, escrita por Mark Waid, então acho que não vai sair mesmo.