Valente Para Onde Você Foi? De Vitor Cafaggi

Valente, o personagem criado por Vitor Cafaggi chega finalmente à sua Quinta Edição sem perder o fôlego das anteriores.

Não é segredo que eu não gosto de histórias de romance. Assim como também não gosto de histórias adolescentes e coisas do tipo mas Valente, que aborda esses dois “gêneros” tem alguma coisa que me capturou desde a primeira vez que li alguns anos atrás.

A série de tirinhas retrata a vida do jovem Valente, que está numa fase da vida em que busca um amor e entre decepções e alegrias, vai tentando seguir com a vida.

E acho que o que faz Valente ser uma leitura tão prazerosa é que nós nos identificamos com várias das situações pelas quais ele vive. Quem nunca gostou de alguém e ficou horas esperando uma mensagem? Quem nunca tomou “bolo” em um encontro e ficou se sentindo um lixo? Quem nunca teve aquele “Amor de Transporte público” que durou até você(ou a Pessoa) chegar ao seu destino?

Em “Valente para onde você foi?“, Valente já viveu tudo isso e agora tenta se acertar com uma nova namorada, apesar dela parecer ter outras coisas mais importantes que ele pra se preocupar. Ao mesmo tempo, como conciliar o relacionamento amoroso com a outra paixão do Valente: O RPG com os amigos?

Tudo vai acontecendo de uma forma bem dinâmica e se torna impossível parar de ler até chegar ao final. O que é ruim pois o final sempre deixa um “gancho” que te faz querer que a próxima edição já estivesse à mão. Pena que pela história sair em forma de tiras a periodicidade das edições se torna quase anuais.

O traço do Vitor Cafaggi é muito agradável também e casa perfeito com o que ele quer passar na história. Sou meio suspeito pois sou fã do Vitor desde quando ele fazia as tirinhas do Puny Parker que é pra mim, junto com a série Spectacular Spider-Man, a melhor coisa feita com o Homem-Aranha pós anos 2000.

Valente inclusive tem muito do clima do Puny Parker, o que foi um dos fatores que me fez virar fã.

Outra marca das obras do Vitor são referências á cultura Pop e com Valente não é diferente: Há algumas sutis, outras escancaradas mas elas estão sempre por lá, ajudando a contar a história.                                                                                                                                                                                                                                                                               

Eu podia ficar horas aqui elogiando Valente mas seria chover no molhado. Quem já conhece a história, saiba que essa quinta edição mantém o ótimo nível e prepara o terreno para o fim que virá na próxima edição.

Valente é emocionante, é divertido,é inspirador e, acima de tudo é real sem ser chato. Consegue a façanha de me agradar mesmo tratando de temas que, como mencionei no início, tinha tudo pra detestar.

Está mais que recomendado.

Valente para onde você foi? Tem 120 páginas e custa 16 patacas. Coloque seu agasalho, bote a trilha de Rocky pra tocar e vá correndo comprar!

 

Macgaren

MACGAREN
Alguém que adora de escrever sobre aquilo que gosta. Marvete desiludido, um nostálgico e fã assumido de coisas toscas.

Facebook Twitter 

FacebookTwitterGoogle+Share

Comments

comments

  • JM

    O Vítor Cafaggi escreve com emoção e simplicidade que acreditamos que ele viveu tudo isso. Ficamos ansiosos pela conclusão da série e dos próximos projetos dele.

  • Gibson Viana

    Vc vai fazer resenha do Motorista Fantasma?